SIMPI/Datafolha: 90% das pequenas indústrias não conseguem dinheiro em banco, diz pesquisa

61 / 100 SEO Score

Setores de micros e pequenas empresas reclamam da atuação dos bancos. Acesso às linhas de crédito é principal demanda de empresas para atravessar crise. Empresas apontam que fechamento de vagas já começou e deve crescer em maio. A pouca oferta de crédito é o maior problema enfrentado atualmente por empresas que precisam de caixa para atravessar o período de crise econômica provocada pelas medidas de restrição à circulação das pessoas tomadas pelo governo para conter o novo coronavírus no país. 90% das pequenas não conseguem financiamento, e entre os que conseguem apenas 3% conseguiram capital de giro novo, enquanto 4% estão tendo recursos por meio de linhas de crédito que já tinham antes da chegada da crise….

Aumento de calotes

O levantamento, realizado entre os dias 13 e 14 de abril, mostrou que uma parcela de 45% das empresas já registra aumento da taxa de inadimplência, ou seja, no número de calotes e na falta de pagamento, em relação aos registros de antes da pandemia. “O impacto da crise do coronavírus nas micro e pequenas indústrias já é amplamente negativo para a maioria”, afirma o presidente da entidade, Joseph Couri.

Compartilhe: