NOTÍCIA

Poderá faltar energia, e mesmo podendo pagar, não terá onde comprar. O que fazer? (3)

Poderá faltar energia, e mesmo podendo pagar, não terá onde comprar. O que fazer? (3) 1

Poderá faltar energia, e mesmo podendo pagar, não terá onde comprar. O que fazer?

 

Cálculos do governo federal preveem um aumento de pelo menos R$ 5 em cima dos atuais R$ 9,49 cobrados na bandeira vermelha nível 2 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Esse aumento pode chegar ao dobro do que é cobrado hoje do consumidor final. E, graças a esses constantes reajustes na tarifa de uma das principais necessidades básicas para a sobrevivência das pequenas empresas em relação aos seus custos de produção, que traz instabilidade e muita preocupação ao setor. Mas o que fazer?

Para falar sobre isso e dar dicas de como superar esses valores altíssimos, o “Minuto SIMPI” trouxe o professor da Universidade Federal de Rondônia da área de energias alternativas, Artur Moret, que acredita que o melhor investimento para o momento é ainda o aproveitamento da energia solar ou fotovoltaica que reduz custos e dá segurança e estabilidade ao negócio.

O SIMPI se coloca à disposição dos MEI’s, micros e pequenos para esclarecimentos sobre o investimento e custos de implantação. Se quer saber mais é só entrar em contato pelo Whats (65) 9 8401-2828.

Assista: https://youtu.be/1uOBZKPe_dU

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn