Para subsecretária, o microempreendedorismo é a saída para o Brasil

A subsecretária Juliana Natrielli, da Subsecretaria de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas do Ministério da Economia, afirmou que o micro empreendedorismo é a saída para o Brasil e “Quem gera de riqueza e emprego não é o governo, é quem trabalha, produz e empreende” disse ainda que, até o fim do ano passado, 80% das novas vagas de emprego estavam na categoria das micro e pequenas empresas. “É possível ver a importância delas nessa retomada econômica. As pessoas têm empreendido mais e acredita-se que pela crise que a gente vem sofrendo nos últimos anos, foi um caminho encontrado por muitas pessoas”, afirma Natrielli. De acordo com ela, a maior parte dos empregos gerados foi na região Sul e Nordeste. “Essas microempresas estão ficando cada vez mais pulverizadas.” Apesar de não existirem dados separados por atividade, ela conta que as inscrições para microempreendedores individuais tiveram como a principal atividade a de cabeleireiro. Sobre o vínculo empregatício desse tipo de atividade, Natrielli pensa que essa é uma boa alternativa em um cenário de retomada da economia e volta dos níveis de emprego. “As pessoas querem ter isso e conseguem sobreviver de forma digna com o trabalho, gerando renda para suas famílias, existem pessoas que ganham mais hoje dessa forma do que eles ganhavam em seus empregos”, afirmou.

Compartilhe: