Governo adota medidas para minimizar impactos as pequenas empresas

60 / 100 SEO Score

Preocupados com a recessão em meio à pandemia do coronovirus, o governo federal têm apresentado nos últimos dias, ações de incentivo ao setor produtivo. Isenção e atraso na cobrança de impostos, desoneração da folha de pagamentos e criação de linhas de crédito para empresas são algumas das iniciativas sugeridas entre outras, veja quais:

Da ordem de investimentos:

* Liberação de R$ 36 bilhões para bares e restaurantes para salários

* Linha especial de  crédito as pequenas empresas via BNDES

*Coloca  rede de agentes financeiros credenciados a disposição dos pequenos

*Cria linha de crédito via FAT vai apoiar micro e pequenas empresas

*Ajuda ao MEI  no valor de R$600 por 3 meses

*Caixa Econômica corta em até 45% os juros no crédito para pequenas empresas

Da ordem legal:

*Suspensão do pagamento do FGTS por 3 meses

*Empresas Simples e MEI ganham mais prazo para declarar o Imposto de Renda

*Prorrogado o pagamento de tributos do Simples por seis meses, inclusive MEI

*Suspensão  de pagamentos de débitos ao BNDES

*Empresas poderão cortar jornadas e salários pela metade

#colunasimpi

Compartilhe: