NOTÍCIA

E começa a nossa independência… (6)

E começa a nossa independência... (6) 1

E começa a nossa independência… 

Hoje comemoramos a independência conquistada há 199 anos.

Foi conquistada a época, sem a participação do povo, pois nasceu do interesse de grupos organizados que aproveitaram as desavenças entre a corte portuguesa e D. Pedro de Alcântara. Nossa Independência inaugurou também a nossa dívida externa com o valor de 2 milhões de libras esterlinas para indenizar Portugal, em empréstimo concedido pelos Ingleses que mediaram as negociações. Já no 7 de setembro de hoje a luta é popular e persegue a liberdade de nossa democracia, que a ao longo de 36 anos criou uma máquina pública voraz, que consome 14% do que é produzido pelo setor produtivo, privilegiando uma casta de marajás em detrimento do povo que arca com uma carga tributária de 40% do PIB. A título de comparação no Japão o custo da máquina é de 6% e na União Europeia 9%. Nosso 7 de hoje, persegue também uma democracia que respeite a independência entre os poderes e a segurança jurídica prevista na nossa Constituição Federal, e que não permita que os agentes públicos sejam cooptados pelo crime organizado ou por potencias estrangeiras. Precisamos de uma democracia que defenda os interesses nacionais e a nossa soberania contra potencias estrangeiras que por motivos econômicos exigem que 58% do nosso território de florestas permaneçam intactos bem como outros 28% destinados as reservas indígenas, ou ainda, de estrangeiros com sérios problemas de segurança alimentar que desejam comprar 25% do território nacional, fato que já tem a permissão dos senadores brasileiros.  Teremos um longo caminho a percorrer depois de hoje mas com esta “garra” chegaremos lá, com o povo nas ruas e com a graça de Deus.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn