NOTÍCIA

Ano novo, golpe novo: Golpistas de olho nos microempreendedores (MEI) e usam até QR Code 

Ano novo, golpe novo: Golpistas de olho nos microempreendedores (MEI) e usam até QR Code  1

Ano novo, golpes novos. Uma novidade em fraude digital atinge milhares de brasileiros que desejam se tornar Microempreendedores Individuais (MEI).

Golpistas criam sites falsos utilizando nomes parecidos com o oficial do governo, oferecem exatamente os mesmos serviços cobrando taxas de R$198,00 até R$349,00 reais por um serviço colocado à disposição pelo governo.

Tem ainda o golpe do boleto de cobrança que chegam pelo correio vindo de associações empresariais inexistentes, que já enganaram 42 mil brasileiros.

Agora a mais nova ação colocadas na praça para enganar os pequenos empresários são empresas de registro de marcas e patentes que entram em contato via WhatsApp ou até diretamente por telefone e informam que o registro de seu nome de fantasia está em risco pois outra empresa está neste momento “roubando” a marca da sua empresa, e rapidamente enviam o boleto de cobrança, uma procuração e um contrato assinado com todos os dados do MEI com valores que chegam a R$3.000,00 reais em suaves prestações.

O que resta ao MEI nestas situações é ficar alerta, e sempre procurar a polícia, fazer a ocorrência, ou procurar o SIMPÍ que deixa assessoria jurídica a disposição para esses casos.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn